Projeto de patinação conquista três títulos

13/11/2017 - 12:59

Com 15 atletas, projeto imbitubense leva três primeiros lugares em vento de Indaial

Projeto de patinação conquista três títulos

Grupo teve grande desempenho em Indaial. Foto: divulgação

Os professores de patinação de Imbituba Daniele e João Caniz levaram 15 jovens patinadores do projeto social que existe há 4 anos na cidade, iniciado no governo do então prefeito Jaison Cardoso e da secretária de Educação, Michela Freitas, para a Copa Médio Vale de Patinação Artística, conquistando três primeiros lugares e outros diversos pódios, neste final de semana, em Indaial.

 
Os participantes da equipe imbitubense foram Nicoly graupmann tkatchuk 10 anos, Karolayne Feliciano Ancelmo 10 anos, Raiane Alves Cavalcante 12 anos, Cibely de Oliveira veronesi 13 anos,  João Lucas Candido Carvalho 12 anos, Carmen Rachel Fernandes de Oliveira 14 anos, Jasmyne dos Santos Amorim 14 anos, Isadora Candido 14 anos, Larissa Alves laurentino 15 anos, Evellyn Pires 15 anos, Loren bechtold dos Santos 16 anos, Vinicius Rosa Fernandes 14 anos, Márcio César Nascimento Jr 14 anos, Breno da Rosa Abreu 15 anos e João Luiz Feliciano Ancelmo 15 anos.
 
Depois de suas apresentações, a equipe conquistou o primeiro lugar com João Lucas Candido na iniciantes 4, Vinícius Rosa Fernandes na iniciantes 5, Márcio César Nascimento Jr na intermediário 5; segundo lugar com João Luiz Feliciano Ancelmo na intermediário 5, terceiro lugar com Breno da Rosa Abreu  na intermediário 5, quarto lugar com Larissa Alves laurentino na iniciantes 5 e a quinta posição com Evellyn Pires na iniciantes 5.
 
Para a professora Daniele, outro grande destaque foi Cibely Veronesi  com o 11º lugar na categoria mais forte da competição, Livre feminino iniciante 4. “Eu fiquei muito feliz com a evolução deles desde a competição do ano passado. Estamos chegando perto do ideal. Com certeza depois dessa participação eles se sentiram mais atletas de patinação e não apenas patinadores”, ressalta. 
 
“É esse tipo de experiência que transforma as vidas, que aproxima mais do esporte. Saímos muito felizes e determinados a melhorar para o próximo ano”, acredita Daniela. Os alunos viajaram com recursos do ProEsporte apoiados através da SCPar.
 


Comentários: